sexta-feira, 25 de maio de 2018

União apresenta nosso projeto, Belo Jardim, no feirão da Caixa 2018

07:22:00
Abusando da criatividade, Construtora chama a atenção do público para o projeto bem-planejado, preço baixo e campanha diferenciada.


Inovação. Esta é a palavra que mais exprime a Construtora União. Mais uma vez, ela não para e sai na frente com um lançamento que vai agitar o mercado: o Belo Jardim, empreendimento que chama a atenção desde o projeto até a campanha publicitária. Desta vez, a Construtora oferece um produto bastante desejado pelos sergipanos e com parcelas que cabem no bolso do público. Segundo Thiago Meneses, diretor Comercial da União, o Belo Jardim vem com muita força ao mercado para que, de uma vez por todas, as famílias possam conquistar o tão sonhado primeiro imóvel. “Com projeto bem-planejado, apartamentos bem-distribuídos, que contam com dois quartos, com toda a infraestrutura necessária para um condomínio fechado, com segurança e, ainda, com área de lazer entregue totalmente equipada, que gera um menor custo ao condomínio, não existe mais a desculpa de morar de aluguel”, enfatiza Thiago.

O empreendimento é o primeiro da região do Conjunto Jardim, em Nossa Senhora do Socorro. Fica pertinho de tudo: posto de saúde, escolas, farmácias, supermercados, entre outros itens. E, para facilitar ainda mais a conquista da casa própria, a União oferece condições especiais de pagamento. “No Belo Jardim, nosso futuro cliente pode comprar, utilizando o subsidio do Programa “Minha Casa, Minha Vida”, do Governo Federal, que vai até R$ 31 mil, usar o FGTS [Fundo de Garantia do Tempo de Serviço] e ainda parcelar em 36 vezes. Estudamos muito para poder lançar um condomínio que o público desejava e – o melhor – que pudesse pagar, tirando aquela ideia de que comprar um apartamento é um sonho impossível. Nós provamos que é possível sim”, garante Wendel Negri, gerente de Vendas da União. E ele frisa que as unidades já começaram a ser comercializadas. “É muita procura, e quem quiser adquirir é melhor correr”, avisa.

Campanha divertida

Para que o produto seja visto, ele precisa ser bem-divulgado. E de inovação em campanha publicitária, a União entende. Depois de um jingle que ficou na memória dos sergipanos com o “Meu Primeiro Apê”, do empreendimento Viver Bem Condomínio Clube, a Construtora vem com mais uma novidade: “Os especialistas em preço baixo”. A campanha divertida e especialmente pensada para o Belo Jardim conta com a participação de grandes artistas sergipanos que realmente entendem do assunto “produto com qualidade e preço que cabe no bolso”. São eles: a jornalista Priscilla Pitbull, os personagens Torroio, Superman e o Garoto do Tchan, que animam o Centro de Aracaju.

Edi Filho, gerente de Marketing da União, explica que a intenção foi chamar a atenção para as condições de pagamento do empreendimento e, ao mesmo tempo, gerar simpatia com os personagens. “Como eles trabalham todos os dias diretamente com o público, aliar o produto à imagem demonstra uma boa relação entre o empreendimento e os futuros clientes, pois as pessoas podem comprar aquilo em que se sentem bem e que tenham afinidade”, destaca.

O lançamento

No dia 15 de maio, foi a data escolhida para o lançamento do Belo Jardim. E como a campanha tem uma ideia bastante criativa, apresentá-lo para as imobiliárias parceiras teria que ser inovador, igualmente ao produto. Desta forma, a União reuniu cerca de 200 corretores numa sessão especial no Cinemark do Shopping Jardins. 

Com direito a pipoca e refrigerante personalizados, os profissionais das imobiliárias parceiras da Construtora – Morar Bem Exclusive, Privillège Imobiliária, Barros e Nobre, Century e JLC imobiliária – puderam ver de perto todo o projeto do empreendimento, assim como as condições de pagamento, o financiamento e toda a campanha numa manhã muito divertida. 

Segundo Júlio César de Vasconcelos Silveira, diretor-presidente da União, este é mais um imóvel pensado para o cliente e com a qualidade de sempre da Construtora. “Estou muito feliz em conseguir oferecer aos nossos clientes mais um produto que foi muito bem-planejado e estudado, com a intenção maior de beneficiar famílias com a primeira moradia. E só tenho a agradecer a toda a equipe da empresa, assim como a todos os corretores que, sempre muito bem-preparados, conseguem levar nosso melhor para todos os clientes”, comenta.

Os colaboradores da União também conheceram o Belo Jardim numa apresentação especial no escritório central, realizada pelo gerente de Vendas Wendel Negri. Eles ficaram sabendo, em primeira mão, de todas as novidades do produto, mostrando, assim, a valorização da Construtora com o público interno.

Fest Imóveis

A União marca presença mais um ano no Fest Imóveis, evento patrocinado pela Caixa Econômica Federal, que será realizado de 24 a 27 de maio, no estacionamento do Extra, perto do terminal de ônibus do Distrito Industrial de Aracaju (DIA).
O Belo Jardim será o carro-chefe do estande da União, onde o público poderá ter mais informações sobre o novo empreendimento e, ainda, conhecer os personagens que fazem parte da campanha publicitária durante o evento. Além do Belo Jardim, a União levará o portfólio completo com empreendimentos prontos para morar e em construção nas mais variadas localidades do Estado.

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Bancos privados baixam juro e Caixa volta a ter a maior taxa do crédito imobiliário

10:40:00

Banco público trabalha com taxas a partir de 9% ao ano no Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e 10% no Sistema Financiamento Imobiliário (SFI).


Fonte: FreePik

O Itaú Unibanco anunciou no dia (21/05) uma nova redução nos juros do crédito imobiliário. A mudança vem na esteira de outras instituições privadas que fizeram o mesmo, após o recuo atrasado das taxas pela Caixa Econômica Federal. Com isso, a taxa mínima praticada dentro do Sistema Financeiro da Habitação (SFH), que usa, principalmente, o dinheiro da poupança, passa de 9% ao ano para 8,8% a.a. mais taxa referencial, e a taxa mínima praticada dentro do Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI), passa de 9,5% a.a. para 9,3% a.a. mais taxa referencial. Além disso, a Caixa volta a ter as maiores taxas dentre os bancos do país.

A primeira redução dessa última onda de reduções desencadeada no mês de abril veio do Santander, que anunciou o recuo de 9,49% ao ano para 8,99% no SFH, e de 9,99% para 9,49% no SFI, mas com condições atreladas para o cliente ter acesso a esse patamar de juro, que vale até o começo de agosto. O Bradesco veio em seguida, baixando suas taxas de 9,3% para 8,85% ao ano no SFH, e de 9,7% para 9,3% ao ano no SFI. Antes dos dois bancos privados, a Caixa tinha anunciado, de forma atrasada em relação à trajetória de queda da Selic, a redução das taxas do SFH de 10,25% para 9% ao ano e as taxas do SFI de 11,25% para 10% ao ano.

Já o Banco do Brasil anunciou, antes mesmo da reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), na semana passada, ajustes entre 0,15 e 0,8 ponto porcentual ao ano nas linhas do SFH, reduzindo a mínima para 8,99% ao ano.

Com o aumento da confiança dos consumidores, estamos percebendo uma retomada do mercado imobiliário, o que é uma ótima notícia para o para o setor e para o país. Essa nova redução de taxas certamente contribuirá para acelerar esse movimento”, afirma Cristiane Magalhães, diretora do Itaú Unibanco, em nota à imprensa.

De acordo com o banco, a demanda por crédito imobiliário tem crescido. No primeiro trimestre deste ano, o saldo total da carteira de crédito do Itaú Unibanco atingiu o patamar de R$ 40 bilhões para crédito imobiliário e o crescimento do volume de financiamentos concedidos foi de 26% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Além de usar recursos de poupança, a modalidade SFH contempla imóveis de até R$ 950 mil localizados em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e no Distrito Federal e de até R$ 800 mil para os demais Estados. Já o SFI abrange imóveis acima dos limites determinados no SFH.

sábado, 19 de maio de 2018

Caixa quer superar os R$ 15 bilhões em negócios no Feirão da Casa Própria de 2018

06:30:00
Fonte: freepik
A Caixa Econômica Federal iniciará no mês de maio (2018) o seu tradicional Feirão da Casa Própria, quando espera movimentar mais de R$ 15 bilhões com as vendas de imóveis. Se a expectativa do banco for confirmada, isso significará um crescimento de ao menos 14,5% em relação as valores movimentados com as vendas de 2017 (R$ 13,1 bilhões) e de 45,6% frente aos negócios de 2016 (R$ 10,3 bilhões).

"Esperamos superar 2017. Nós temos uma economia mais aquecida, com melhores índices de confiança, e a expectativa para o feirão é a melhor possível", afirmou o presidente da Caixa, Nelson Antônio de Souza, durante transmissão ao vivo na página do banco no Facebook. "O momento é muito propício para a aquisição da casa própria. A taxa de básica de juros caiu, o emprego e a renda aumentaram, a inflação está baixa. O momento é favorável", avaliou.

Souza reiterou que o banco estatal conta com um orçamento de R$ 86 bilhões para financiar a aquisição de imóveis pela população em 2018. Ele observou que as condições de compra se tornaram mais favoráveis aos consumidores após a redução de juros anunciada no início deste mês.

A taxa de juros mínima cobrada pela Caixa em operações pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH) caiu de 10,25% para 9,00% ao ano. Estão enquadrados nessa modalidade imóveis de até R$ 950 mil localizados em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e no Distrito Federal e de até R$ 800 mil para os demais Estados. No caso das operações pelo Sistema Financeiro Imobiliário (SFI), que abarca os imóveis acima dos limites estipulados no SFH, a taxa de juros mínima cobrada pela Caixa caiu de 11,25% para 10,00% ao ano.

Souza sinalizou que não estão previstos novos cortes neste momento. Ao ser questionado sobre o assunto durante a transmissão, o presidente afirmou que as taxas da Caixa já estão em um patamar considerado competitivo e que foram capazes de criar "círculo virtuoso" no mercado de crédito imobiliário - uma referência ao anúncio feito pelo concorrente Santander, que decidiu cortar os seus juros do crédito imobiliário para 8,99% ao ano no SFH, e para 9,49% ao ano para Taxa de Mercado (Carteira Hipotecária).

Como de costume, o Feirão da Casa Própria é organizado pela Caixa em parceria com construtoras e imobiliárias e reúne, em um só lugar, ofertas de imóveis usados e novos, incluindo unidades na planta, em obras e prontas. Nesta edição, o evento ofertará 202,7 mil imóveis.

A edição de 2018 passará por 15 cidades - uma a mais do que em 2017.



quinta-feira, 17 de maio de 2018

Reforma da Orla Pôr do Sol

04:33:00
Na terça-feira (08/05) o Governo de Sergipe informou que vai revitalizar a Orla Pôr do Sol, um dos cartões postais da capital sergipana.

As obras serão realizadas por meio da Secretaria de estado do Turismo (Setur), com recursos do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur).

Com investimento de R$ 1.821.392,44, o projeto prevê a reurbanização da orla, com melhora da iluminação e reforma do píer existente. Segundo o secretário de Estado do Turismo, Cincinato Barros de Mello, a obra será iniciada logo após a ordem de serviço.

“A Camel Empreendimentos e Construções Ltda foi a vencedora da licitação e o prazo de execução da obra é de seis meses. Os recursos já estão garantidos, porque são do Prodetur, que tem como agente financiador o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Vale destacar que a Orla Pôr do Sol é um equipamento administrado pela Prefeitura de Aracaju. Estamos fazendo essa parceria, com ações do governo no município de Aracaju, assim como em outros municípios”, informou Cincinato.

Para o secretário, a revitalização valorizará ainda mais o ponto turístico ao destacar seus atrativos e suas belezas naturais. Ele disse ainda que a Orla Pôr do Sol é o segundo destino no ranking quanto ao número de visitas, sendo a Orla de Atalaia o ponto turístico mais visitado da capital.

“A Orla Pôr-do-Sol tem atraído visitantes com demandas diversas, como passeios em seus decks de madeira, uso dos equipamentos de ginástica, uso dos bares e restaurantes; atividades nos parques infantis, apreciação do pôr do sol em seu deck ou acesso a embarcações no atracadouro. Por isso a importância de cuidarmos dela”, disse.

Fonte: WikiMedia Commons

Intervenções

Quem frequenta a Orla terá mais segurança e comodidade. Quem a ela chegar por meio de ônibus, por exemplo, descerá em ponto sinalizado e com lombada de acessibilidade. Entre outros benefícios da revitalização da orla estão a instalação de lâmpadas de LED, a implantação de câmeras de segurança e a reforma do posto policial.

De acordo com o coordenador de Infraestrutura do Prodetur, Rafael Corona, os serviços são essenciais para recuperar o funcionamento e o desempenho turístico do local.

“O projeto contempla a instalação de novos banheiros públicos; instalação de atracadouros flutuantes; melhorias na iluminação pública e reforma dos 600m de calçadão da orla. Outro ponto é a instalação de chuveirões (2 núcleos com 2 chuveiros cada) para os banhistas. O espaço será reorganizado, haverá a recuperação dos desenhos nos pisos e na murada (painel), do guarda corpo e de todo deck de madeira. O paisagismo será refeito também”, explicou.

Fonte: F5news.com


Sobre a

IMMOBILEArquitetura

Ela foi idealizada em 2008 pelo arquiteto e urbanista Expedito Junior, com o objetivo de criar e implementar projetos de alta performance e profundidade técnica, executados para atingir os melhores índices de rentabilidade de acordo com a individualidade de cada empreendimento e negócio. Constituída por uma equipe de profissionais que possuem diferentes visões de mercado, procuramos manter um relacionamento estreito com os investidores, construtores e principalmente possibilitando a maior eficiência e agilidade nos processos de criação, regularização e entrega.




Assine a nossa newsletter para receber as últimas notícias do blog diretamente em seu E-mail. Fique tranquilo, também não gostamos de SPAM

Você também pode gostar